O que você precisa saber antes de viajar para o vaticano

O que você precisa saber antes de viajar para o vaticano

Você sabia que o Vaticano é um país independente? Ele conta com menos de 1000 habitantes, mas o turismo é alto por lá, chegando aos 6 milhões por ano.

Se você quer conhecer bem o Vaticano, já vamos adiantando que é necessário separar parte da sua viagem exclusivamente para isso.

Por mais que o país seja pequeno, existe muita coisa pra ver e como ele é a sede da Igreja Católica, no coração de Roma, acaba sendo uma parada turística obrigatória para quem é religioso.

Mesmo que você não tenha nenhuma religião, o local é composto por grandes obras de arte, que são feitas por artistas renomados na História.

Se você é amante de arte ou é religioso e tem o sonho de conhecer o Vaticano, continue com a gente e vamos te ajudar com algumas informações necessárias antes de ir pra lá.

O que é Vaticano?

Vaticano é uma cidade-estado eclesiástico ou teocrático-monárquico, que é governado pelo bispo de Roma.

Ele possui 44 hectares e 1000 habitantes, como já falamos há pouco. Como sede da Igreja Católica, ele tem como localização principal o templo do cristianismo católico, onde todas as igrejas católicas são lideradas por um papa.

O Vaticano é considerado um dos destinos mais procurados por quem quer apreciar um belo e importante acervo artístico. Os 3 locais mais procurados por turistas na capital Italiana são:

  • Praça de São Pedro;
  • Museus Vaticanos;
  • Basílica de São Pedro.

O que fazer no vaticano?

O vaticano tem vários pontos turísticos, onde milhares de pessoas todo o ano param para apreciar, fotografar e conhecer sobre a história de vários monumentos históricos e artísticos. É possível visitar:

  • O Coliseu
  • O Fórum Romano
  • O Monte Palatino
  • O Pátio do belvedere
  • O Arco de Constantino
  • A Galleria Borghese
  • O Fiumicino
  • A Estação Roma Termini

Quais roupas não podem ser usadas para entrada no vaticano?

No vaticano e nas outras igrejas principais da Itália, muitos turistas foram obrigados a se retirar (dar meia volta) por causa dos seus trajes “inapropriados”.

Então, se você quer respeitar a cultura local, é importante não aparecer por lá vestido assim. Os trajes proibidos no Vaticano são:

  • Regata
  • Camiseta
  • Roupas tomara que caia
  • Roupas decotadas
  • Saia
  • Bermudas

Independente do calo, são usadas calças jeans e camisas comportadas. Se vestindo assim, você poderá entrar sem nenhum problema nos pontos turísticos do vaticano.

Quando ir ao vaticano?

No verão e em Agosto na Itália é muito quente, se você não gosta de ficar no sol quente praticamente o dia todo e se sente sufocado, recomendamos que você não vá nessa época.

Um outro ponto importante sobre essa época no Vaticano que não podemos deixar de mencionar: é época de alta temporada, então se quer algo menos cheio, procure um outro momento para conhecer o local.

Por conta da alta temporada também, a viagem para o vaticano pode sair muito cara. Já em Agosto, é possível encontrar lojas fechadas por ser férias por lá.

No inverno, por motivo de chuva, alguns passeios podem ser atrapalhados. Então, recomendamos que vá no período de primavera e outono por ter uma temperatura mais agradável.

O que você não pode esquecer antes de ir viajar ao Vaticano

Não exige visto para turistas, mas precisa do passaporte. Então, não esqueça do seu pra entrar lá.

E como estamos falando de viagem e isso sempre envolve riscos e situações imprevisíveis, nunca se esqueça de investir em um seguro viagem, aproveitando totalmente o local sem se preocupar com os riscos. Se você quer viajar protegido, precisa pensar nos imprevistos, como doenças, extravio de bagagem e, até mesmo (mas esperamos que não!) falecimento.

O seguro viagem possibilita que você viaje tranquilo, de modo que se preocupe apenas com o que importa: curtir o seu destino. Se qualquer uma das situações acima acontecer, você terá assistência. Então, não pense que se trate de luxo: o seguro viagem é necessário.

Tem dúvidas sobre o assunto? Deixe um comentário e vamos de ajudar.

Deixe um comentário